Mercado Central de Belo Horizonte

É sabadão em Belo Horizonte, bem no meio do feriado da Páscoa. E, enquanto muita gente está no sítio, no clube ou em algum lugar ao ar livre, o meu destino é o centro da cidade. No quarteirão formado pela avenida Augusto de Lima e as ruas Santa Catarina, Goitacazes e Curitiba, fica o Mercado Central.

DSC_0253.JPG

Apesar de o mercado ser o segundo passeio de Belo Horizonte mais avaliado pelos usuários do site de turismo Tripadvisor, não espere um monte de gente com câmeras na mão e  bancadas com produtos só para turista ver e comprar.

O Mercado Central é atração turística, sim, mas também um ponto de encontro dos mineiros. E é exatamente isso que faz o charme daqui.

Assim que eu entrei, encontrei uma turma de senhores, todos na faixa dos 70 e poucos anos. “Quando você nasceu, a gente já tinha o hábito de vir aqui todo sábado”. Eu pergunto o motivo de tanta fidelidade e outro amigo responde: “Não existe nada melhor no mundo que isso aqui”, apontando para uma generosa porção de fígado acebolado com jiló na chapa. E isso às 10h da manhã!

DSC_0272_1

Fígado acebolado com jiló na chapa: um clássico!

Achou estranho? Ficou com o estômago revirado? Pois saiba que esse prato, considerado um clássico do mercado, é uma delícia. E, para os mais tradicionais, o melhor jeito de comer é assim, em pé, no balcão, acompanhado de uma cervejinha:

DSC_0288

Ah, não gostou da ideia de comer fígado com jiló? Não tem problema. O Mercado Central é famoso por lugares como o restaurante Casa Cheia e o Bar da Lora! São pontos tradicionais do mercado, que ficaram ainda mais lotados depois do sucesso que fizeram em alguns dos principais festivais gastronômicos de Belo Horizonte.DSC_0264_1.JPG

Mas a maior parte das pessoas vai ao mercado mesmo é para fazer compras. São mais de 400 lojas, que vendem de artigos religiosos a artesanato, passando por ervas medicinais, bebidas, produtos lights, orgânicos e, claro, gostosuras da comida mineira. Imagina um lugar com queijo de tudo que é tipo e região do estado, e vindos diretamente do produtor?

DSC_0266_1.JPG

Quem anda pelos corredores do mercado enche a boca d’água quando se depara com maravilhas como o queijo Canastra, considerado um Patrimônio Cultural Imaterial Brasileiro desde 2008. E o que dizer dos doces de leite e das cachaças que fazem a fama de Minas Gerais até fora do país? Hummm…

DSC_0265_1.JPG

Na véspera do domingo de Páscoa, um dos produtos mais procurados era mesmo o bacalhau. Mas, durante o restante do ano, tem muito peixe também. A maioria de água doce, por causa da distância do estado até o mar. Não seria tão fresquinho, né…

A qualidade dos produtos é que faz o diferencial do Mercado Central.

DSC_0279_1.JPG

Recentemente, a revista de bordo da companhia aérea Tam fez uma pesquisa com os leitores para saber que mercados eles escolhiam como os melhores do mundo. O Mercado Central de BH ficou em terceiro lugar, atrás apenas do Mercat de la Boqueria, em Barcelona, Espanha, e o Borough Market, em Londres, Inglaterra. Tudo isso enche o mineiro de orgulho. Tanto que a reportagem foi parar no site oficial do Mercado Central.

Untitled.png

Fica a dica! Se estiver em Belo Horizonte, vale muito a pena dar uma passadinha por aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s