Série EM/COMO: Em Boa Vista, como os boavistenses

É tipicamente indígena! E, a caminho da Comunidade Campo Alegre, eu pude experimentar uma autêntica paçoca. Bem ali, às margens do Rio Uraricoera, enquanto esperava a balsa.

20160617_172731~2.jpg

Mas e a paçoca? Nada mais é que uma farofa de carne de Sol com farinha de mandioca (a que eu era braba, mais rústica, e com um sabor que eles dizem ser mais azedo). Achei interessante, mas não dá para comer todo dia.

De volta ao hotel, dei uma olhada no cardápio e depois perguntei à garçonete do restaurante: “o que você tem de mais típico”? Resposta rápida: pirarucu ao molho de buriti. E ainda vem com um purê, feito com uma espécie de palmito do próprio buriti. Estava gostoso. Mas não é que eu fiquei pensando que uma paçoquinha iria cair bem naquele prato? Rs.

20160617_211930.jpg

Confira todos os links da série EM/COMO aqui.

Próxima parada: Revezamento da tocha: Mato Grosso do Sul

Parada anterior: Revezamento da tocha: Pit Stop no Rio e comboio em Boa Vista (dias 44 a 50)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s