Série EM/COMO: No RS, como os gaúchos – parte 2

Assim como não dá para visitar ao Rio Grande do Sul sem comer carne, não pega bem ir a Pelotas e resistir à tentação de experimentar as guloseimas que fazem a fama da cidade. Afinal, ali que é realizada a Fenadoce, Feira Nacional do Doce. E nada como ser ciceroneado por uma moradora local para saber onde encontrar o paraíso da perdição.

Nosso contato em Pelotas (valeu, Mari!), nos levou à Imperatriz, no Mercado Central, onde comi um ninho – adivinhe só – premiado na Fenadoce. Eles ainda criaram uma versão em homenagem à passagem da tocha Olímpica, que vai ficar no cardápio. Este tem uma deliciosa base de côco. Nham, nham!

Ainda no ramo das sobremesas, a charmosíssima Gramado pede aquele chocolate no inverno, né não? Para acompanhar, que tal waffle com geleia de frutas vermelhas? Não sou muito fã, mas me rendi ao clichê.

Fomos ao Caracol, um dos lugares mais famosos da cidade, que também vende chocolates e… sorvetes, para os corajosos que quiserem se aventurar naquele frio. Fica ali na rua coberta, agradabilíssima, como toda a cidade.

Confira todos os links da série EM/COMO aqui.

Próxima parada – Revezamento da tocha: Serra Gaúcha (dias 66 e 67)

Parada anterior – Revezamento da tocha: Dos Pampas a Porto Alegre (dias 62 a 65)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s