Revezamento da tocha: Do Paraná a São Paulo (dias 73 a 78)

Depois de Santa Catarina, voltamos para o Paraná. Tínhamos visitado quatro cidades desse belo estado antes (Londrina, Pato Branco, Cascavel e Foz do Iguaçu),  a caminho do Rio Grande do Sul. E, na “subida”, nossa primeira parada foi em Curitiba. Eu havia conhecido a capital paranaense milênios antes (abafa o caso), quando saí de ônibus de BH para aproveitar um feriado de Páscoa lá (ideia de girico do meu amigo Marcos Mudado) e estava doido para rever a cidade.

20160711_151300~2

Adorei saber que o Jardim Botânico segue tão lindo quanto eu me lembrava! Desta vez, ainda fui presenteado com cerejeiras floridas.

20160711_153515~2

Não tive tempo de ver muito mais, infelizmente. Mas matei saudades de uma querida moradora, vivendo uma experiência etílica-gastronômica com ela (leia em breve). O dever me levou a Ponta Grossa, que tem o belo Parque Estadual de Vila Velha, com suas formações rochosas incríveis. A principal delas é “A taça”. Pena que, para variar, foi corrido. Eu ficaria o dia inteiro por ali.

Em ritmo acelerado, reencontramos São Paulo, onde já tínhamos passado, quando pernoitamos em Presidente Prudente. No retorno ao estado, começamos por Itapetininga. Lá, vimos o prédio público mais antigo da cidade, que já foi cadeia, sede dos três poderes, e hoje abriga o Centro Cultural e Histórico Brasílio Ayres Aguirre. Em Bauru, tiramos foto no Parque Vitória Régia.

Ribeirão Preto era uma cidade que eu queria muito rever. Eu tinha estado lá muuuuitos anos atrás e tinha achado a cidade super bem cuidada, impressão que se confirmou agora. Desta vez, conheci o arrumadíssimo Novo Mercadão…

20160715_162823~2[1]

… e também o Parque Municipal Dr. Luis Carlos Raya, com gramadão, lago e cascatas.

Vi muito pouco de Franca. Mas, pelo menos, consegui visitar o emblemático Ginásio Pedro Morilla Fuentes, o Pedrocão, que é um templo sagrado do basquete brasileiro.

20160716_151848~2[1]

Próxima parada – Série EM/COMO: Em Curitiba, como os curitibanos

Parada anterior – Série EM/COMO: Em Blumaneu, como os alemães

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s